«O Que Sobrou da Mouraria» by Henk van Twillert & Vento do Norte and Helder Moutinho

Henk van Twillert & Vento Do Norte invited Helder Moutinho to join them on concert on the 1st October 2016, concert promoted by mordomia de S. Gonçalinho to celebrate Music Day.
Paulo da Fonseca, César de Oliveira, Rogério Bracinha | João Nobre
Arrangements for Saxophone Ensemble: Hristo Goleminov

«O Que Sobrou da Mouraria»
Eu nasci na Mouraria
Num prédio que resistia
Ao progresso que o venceu
Um dia, tanto gingou
Por fim, não se aguentou
E de saudades morreu

Pequeno prédio gingão
De onde via a procissão
Espalhar fé, pelo caminho
E toda a gente dizia
Que as ruas da Mouraria
Cheiravam a rosmaninho

Naquela casinha morou a Severa no tempo passado
E o alegrete, fidalgo que era vizinho do fado
Mas em cada esquina um resto de outrora, a vida deixou
E na capelinha mora uma senhora que não se mudou

Eram ruas estreitinhas
Grinaldas e janelinhas
Á beirinha do telhado
E a tal Rua dos Canos
A Rua dos Enganos
Morava ali o pecado

Quando abria o vinho novo
Esse champanhe do povo
Que barulho e alegria
Havia ramos de louro
A anunciar o tesouro
P’las tascas da Mouraria
Naquela casinha morou a Severa no tempo passado
E o alegrete, fidalgo que era vizinho do fado
Mas em cada esquina um resto de outrora, a vida deixou
E na capelinha mora uma senhora que não se mudou

You may also like

Page 1 of 179

Artículos relacionados

Dinant 2014 – VATULYA Vitaly (Sonate pour Saxophone Alto by Jindrich Feld)

saxo

«One True Line», by Jordan Morton, feat. Nick Zoulek at Le Café de Paris

saxo

The Sonny Rollins Podcast – Radio and The Movies

saxo

Deja un comentario